ODONTOPEDIATRIA DEDICADA EXCLUSIVAMENTE AOS MAIS PEQUENOS

Odontopediatria

ESTIMULE E AJUDE O SEU FILHO A PRESERVAR OS DENTES SAUDÁVEIS

As crianças não são adultos em ponto pequeno. São seres emocionais e fisicamente especiais que necessitam de uma abordagem especializada. Tal como o pediatra é o médico especialista das crianças, o odontopediatra é o dentista especialista em crianças. Criámos, por isso, o serviço CMIKids, dedicado exclusivamente aos mais pequenos.

ESTIMULE E AJUDE O SEU FILHO A PRESERVAR OS DENTES SAUDÁVEIS.

A Drª Bárbara Cunha, adora os pequerruchos e dedica-se com paixão, exclusivamente, à odontopediatria. É assistente convidada desta disciplina dos 3º, 4º e 5º anos, do mestrado integrado em Medicina Dentária da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e aluna de Doutoramento desta área específica, na mesma Universidade. Com a Drª Bárbara irá garantir um tratamento de excelência para as crianças, tendo sempre como foco, a sua segurança e desenvolvimento correto.

QUANDO ELES NÃO COLABORAM NA CONSULTA

Nos casos em que, mesmo com o controlo comportamental realizado pelo Odontopediatra, a criança mantém uma atitude não colaborante, poderá ter que se recorrer a Sedação inalatória consciente, Sedação Endo-venosa ou até à anestesia geral.

A sedação consciente induz uma depressão mínima do nível de consciência produzida por métodos farmacológicos ou não-farmacológicos (ou a sua combinação). É uma técnica fácil, muito segura, e que contribui para a resolução do problema comportamental do paciente. A criança mantém capacidades, como a respiração espontânea, os reflexos protetores e a capacidade de resposta a estímulos físicos e comandos verbais.

Um dos principais métodos de sedação consciente é a utilização de sedação inalatória com protóxido de azoto. Este gás é inalado pelo nariz através da colocação de uma máscara e, durante toda a consulta, o paciente permanece consciente e acordado. Após a consulta, a recuperação é completa e imediata. A sedação consciente tem uma ampla aplicação na Medicina Dentária, podendo ser utilizada em praticamente todos os procedimentos e em todas as especialidades. O uso da sedação consciente, em odontopediatria, é a primeira opção de sedação para pacientes não colaborantes (medo, ansiedade, reflexo de vómito ativo).

Para um controlo mais profundo do medo e da ansiedade.

Fazem parte, da nossa equipa, médicos e enfermeiros anestesistas (pediátricos e de adultos), que através da administração intravenosa contínua de soro com fármacos, relaxam o paciente, de modo a que qualquer tratamento de medicina dentária, em caso de desejo ou necessidade, possa ser feito com recurso a esta técnica, de forma segura, sempre com monitorização e acompanhamento constante destes especialistas.

Em casos mais complexos, poderá haver necessidade de recorrer a anestesia geral no bloco operatório, para efetuar os tratamentos dentários. Esta abordagem permite a realização dos tratamentos dentários necessários numa única sessão.

Somos experientes nesta área, consulte-nos.

SAÚDE DENTÁRIA DO MEU FILHO

Idade da primeira consulta

Recomenda-se, que a 1ª consulta de uma criança no médico dentista ocorra, idealmente, no período entre a erupção dos primeiros dentes de leite até ao 1º ano de idade.

Esta consulta permite detetar e informar os pais sobre hábitos nocivos para a saúde oral (como, por exemplo, o uso inadequado de chupeta e biberão), fazer aconselhamento dietético e de higiene oral, bem como, estabelecer um plano preventivo para a criança. A criança é observada de forma a avaliar a dentição, o modo como os dentes ocluem (contactam entre si) e detetar potenciais problemas nas gengivas ou noutros tecidos orais.

Geralmente, aconselha-se que a criança seja observada de 6 em 6 meses. Contudo, em casos de elevado risco de cárie dentária, poderão estar indicadas consultas de controlo mais regulares.

Flúor

O flúor tem um papel essencial na prevenção da cárie dentária, no entanto, as recomendações atuais dão prioridade apenas à sua aplicação tópica, sob a forma de dentífricos usados na escovagem e de géis ou vernizes administrados periodicamente no consultório.

Na consulta, o Odontopediatra realiza uma avaliação individual da criança, das suas necessidades e fatores de risco, definindo quais as concentrações e formas de administração de flúor mais adequadas a cada criança.

Fissuras

Um selante de fissuras é uma espécie de “verniz” que se aplica na superfície fissurada dos dentes saudáveis, de forma indolor, com o objectivo de prevenir o aparecimento de lesões de cárie nessas zonas.

Constitui um tratamento preventivo essencial para a manutenção da saúde oral da criança, principalmente, em idades em que ainda não existe maturidade e destreza suficiente para efetuar uma escovagem eficiente. Os dentes recém-erupcionados apresentam uma suscetibilidade maior para desenvolver cárie e, por isso, devem ser alvo deste tratamento.

Pulpectomia

A pulpectomia (“desvitalização”) de dentes de leite é um tratamento que tem a duração de 2 a 3 consultas. Consiste na remoção total da polpa dentária infetada, na descontaminação do interior das raízes do dente e no preenchimento desse mesmo espaço com um material específico para dentes de leite.

Este tratamento permite, frequentemente, a resolução de episódios de infeção e abcesso que, para além de dolorosos para a criança, são prejudiciais para o dente de leite e para o respetivo dente definitivo, que se encontra em desenvolvimento no interior do maxilar.

Mantenedores de espaço

Quando os dentes de leite de uma criança são extraídos precocemente poderá ser necessário que ela use um mantenedor de espaço, uma vez que a perda de um dente de leite pode conduzir à movimentação dentária e à perda de espaço.

O mantenedor de espaço é um aparelho que serve para manter o espaço para a erupção do(s) dente(s) permanente(s) no local correto. A não colocação deste tipo de aparelho conduz, em muitos casos, à necessidade de tratamento ortodôntico futuro mais complexo.

Voltar a Especialidades